Hue: na Cidade Imperial

Ngo Mon Gate

Há muito tempo atrás, quando o Vietnã nem sonhava com a Guerra entre o Sul e o Norte, Hue cumpria o seu papel de capital do Império. Sob o comando de 13 imperadores da dinastia Nguyen, muitos anos se passaram – de 1802 a 1905 – até que o Imperador Bao Dai abdicasse do trono em favor dos interesses revolucionários de Ho Chi Minh.

A Cidade Imperial, rodeada por um muro à beira do Perfume River teve seus dias de ouro quando Hue ainda era a capital política. Após sofrer bombardeios em diversos momentos da História, a Cidade segue por um belo caminho de restauração.

Enquanto pode-se caminhar livremente dentro dos muros da Cidade Imperial, paga-se 80.000 dongs para cruzar os muros da Imperial Enclosure, e é bom chegar cedo, não pelos turistas… mas pelo calor, que pelo menos em abril chega a bater 40graus em Hue. Com certeza lembrarei da temperatura “agradável” junto aos lindos templos e palácios que vimos quando me recordar da cidade, rs…

Quando você entra no Thai Hoa Palace, pode assistir alguns vídeos explicativos sobre o complexo. Fora isso, as construções possuem pequenas placas suncitas em inglês indicando suas antigas funções. Também é possível comprar água e snacks lá dentro pelos costumeiros preços extorsivos.

Cenas de um dia de sol conhecendo o que restou da dinastia Nguyen.

Thai Hoa Palace

Num calor de 40° leque não é charme: é necessidade! 😉

Depois demos a sorte de estar na cidade justamente no dia 30 de abril, feriado no país comemorando a rendição de Saigon durante a Guerra do Vietnã. Todas as atrações da cidade eram de graça, e como já havíamos visitado a Cidade Imperial, resolvemos visitar as Tumbas dos Imperadores. São 6 tumbas espalhadas às margens do Perfume River, você pode ir de bike (se estiver bem disposto), de barco, de taxi e de moto. Nós fomos de moto. Pegamos dois tiozinhos sem dentes com um inglês zero e fomos dar um role com eles pelas atrações gratuitas da cidade, pagamos $9 cada um. Bem no final eles nos levaram em duas tumbas, num bunker americano da época da Guerra e no Thien Mu Pagoda. Em dias normais paga-se 80.000 dongs ($4) para entrar em cada Tumba, é bem carinho, mas você pode visitar as três principais: Tu Duc, Minh Mang e Khai Dinh. Putz… sei que fomos na Tu Duc, mas esqueci o nome da outra!!! =(

Tomb of Tu Duc
E Thien Mu Pagoda. Super símbolo da cidade. Dá para ir de bike bem tranquilo.
Atrás do Thien Mu Pagoda tem um Templo e uns jardins bem bonitos.
Sei que umas 4h depois fazendo esse role, com um calor de 40° nós só queríamos voltar para o ar-condicionado do hotel. Agora sobre a cidade… Hue é uma cidade bem normal do meu ponto de vista, vale só pela Cidade Imperial. As tumbas, sinceramente, são bem bonitas, mas você não precisa passar horas em cada uma delas. Pelo preço e pelo que as tumbas oferecem, fico até meio na dúvida se elas valem muito a pena. Mas sacanagem falar isso, tenho que levar em consideração que estava muito quente e que o calor pode ter deturpado as minhas impressões…rs…

Sobre Hue
A cidade é basicamente dividida ao meio pelo belo Perfume River.
De um lado a cidade Imperial, do outro a Cidade Normal…rs… Com 335.000 habitantes não espere uma cidade com climinha de interior como Hoi An, Hue tem trânsito, prédios, buzinas o tempo todo e poucos lugares na cidade para se descansar em paz. É… não foi dessa vez Hue.

Dicas:
Foi bem difícil achar um lugar barato e bom para comer, mas por fim descobrimos o Phuong Nam Café e fomos lá nos últimos dias. É um restaurante bem pé sujo, mas a comida é excelente e muito barata!

Nos hospedamos no Binh Duong Hotel 1, num beco bem interessante cheio de outros hotéis e restaurantes. O hotel era bom pelo preço ($10 o quarto para casal) e os funcionários amigáveis, apesar de insistentes desde o primeiro dia para alugarmos motos e comprarmos passagens com eles. Dá para ir a pé até a Cidade Imperial, mas eu recomendo ir de bike por ser menos cansativo. Se eu voltasse para Hue me hospedaria na rua Pham Ngu Lao que apesar de ser mais agitadinha tinha ótimas opções de cafés e restaurantes.

Foram 3h de viagem de Hoi An até Hue e a passagem de ônibus custou $5.

Um passeio muito popular desde Hue é até a DMZ (Zona Desmilitarizada). A DMZ fica exatamente no centro do Vietnã e dividiu o país entre Norte e Sul na época da Guerra. Você visita vários pontos que tiveram papéis importantes durante a Guerra como os túneis dos vietcongs, por exemplo. Pulamos essa.

Anúncios