Hanoi e adeus Sudeste Asiático

Muita gente reclama que Hanoi não tem nada para fazer, que os vietnamitas de lá são rudes, que a cidade é estressante, que é uma cidade feia… mas uma coisa é certa: Hanói é uma das cidades mais autênticas e pulsantes do Vietnã. Hanói sabe ter seus bons momentos.
Basta dar uma andada pela manhã para sentir que a cidade está se movendo… e muito!
Vietnamitas comendo suas sopas antes de ir para o trabalho, as motos buzinando, aquele trânsito de sempre, vendedoras com seus chapéus cônicos vendendo frutas… Tenho a impressão de que os vietnamitas comem o dia inteiro e isso faz da rua um enorme restaurante a céu aberto. São tantos cheiros bons e tantas opções que você fica realmente atordoado. Se você não encontrar uma moto barrando seu caminho na calçada, provavelmente vai encontrar uma mesinha, uns banquinhos minúsculos, e os vietnamitas sentados em grupo comendo sementes de girassol e tomando chazinho.

O momento mais intenso do dia é no fim da noite, quando todos os vietnamitas invadem a calçada novamente para praticar uma das minhas artes preferidas que é – adivinhem? – comer de novo. Por volta das 22h, como num toque de mágica, tudo desaparece, a cidade adormece e tem seus poucos momentos de paz antes de acordar novamente com as buzinas.

Bem, quando não estávamos lutando contra o cansaço pelo calor, estávamos explorando a cidade. Seguem algumas das nossas pequenas aventuras na nossa última parada no Sudeste Asiático.

Water Puppetry Show
Algum dia alguém achou que era legal misturar marionetes e água e aí nasceu uma das mais bizarras tradições do Vietnã. Pagando a partir de 60.000 dongs, você consegue pegar um ótimo lugar para assistir a famosa apresentação de Marionetes na Água com uma grupo musical ao vivo mais do que excelente! O show é bizarro, porém muito divertido, faz Chuck, o Boneco Assassino parecer um ursinho de pelúcia depois disso.

Ho Chi Minh Mausoleum
Seguindo ainda a temática “bizarrices” e adicionando um pouco de morbidez, vá visitar o corpo embalsamado de Tio Ho no Ho Chi Minh Mausoleum. Sabe parque de diversões, quando você fica duas horas na fila para curtir 2min de montanha russa? Ficamos 20 min na fila para ver o corpo embalsamado por 1 minuto, os guardas mantém a fila andando constantemente e você não pode parar para confirmar se ele é feito de cêra ou não. De qualquer forma, ainda é bizarro e de arrepiar. Proibido tirar fotos.

Arts Fine Museum
Ah, esses Museus de Belas Artes do Vietnã são fantásticos! Daqueles em que se passa tranquilamente uma tarde observando cada obra detalhadamente. Muitos dos artistas que estão no Museu de Belas Artes de Saigon também estão nesse.

Ngoc Son Temple
Um pedacinho raro de paz em Hanói, esse pequenino templo no meio do Hoan Kiem Lake não cobra menos de 20.000 dongs para abrigar os forasteiros ávidos por um momento de descanso. Mais interessante do que o templo em si são os velhinhos aposentados que se reúnem lá para longas partidas de xadrez chinês.
Vietnam Museum of Ethnology
Apresentando um panorama dos mais diversos grupos espalhados por todo o Vietnã, o museu explica com ricos detalhes um pouco mais dos costumes e culturas de todas essas etnias. Uma coisa bem interessante são umas casas reais que eles construíram nos fundos do museu, com diversas formas de moradia usadas pelos vietnamitas. Não vou mentir, nesse dia o calor me venceu mais uma vez e passei boa parte do tempo na frente de um ar condicionado me segurando para não desmaiar. Ainda bem que eu tenho um namorado dedicado e saudável que explorou o museu todo sozinho e que me contou que os 80.000 dongs que se paga de entrada valeram muito à pena. Se você ficar hospedado no Old Quarter, que é onde 98% dos turistas se hospedam, o Museu ficará muito longe. Nesse caso, pegue o ônibus de número 12 no sul do Hoan Kiem Lake por apenas 3000 dongs e voilá! Faça como nós: peça para um amigo vietnamita escrever num papel aonde você quer ir e descer e mostre para o motorista. Simples, rápido e sem extorsões.

E para fechar… não, não vou dizer que uma das coisas mais legais é dar a volta no lago (como eu sempre recomendo haha), mas sim comer!!! Hanói foi feita para se comer, para sentir música com o paladar, e você tem que se matar de comer ali ou não fará jus à cidade. Meus dois lugares favoritos para comer: em 1° lugar Quan An Ngon que eu já citei no post anterior, e em 2° o New Day restaurante. Claro que terei que fazer um post exclusivo sobre todos os pecados que cometemos à mesa nesse país mais do que incrível.

Nós já saímos do Vietnã, mas o Vietnã ainda não saiu de nós, ainda temos alguns posts para terminar de dizer tudo que preciso sobre o mais querido país no Sudeste Asiático – minha humilde opinião…rs… Voltamos com muita comida e mais choques culturais nos próximos posts!

Anúncios

Uma resposta em “Hanoi e adeus Sudeste Asiático

  1. Oi Nã,
    Adorei o seu blog, tem muitas informacoes uteis e a sua forma de escrever e’ muito envolvente, e’ como se eu estivesse viajando com voces.
    Eu irei ao Vietnam no final desse mes, pela terceira vez, mas e’ a primeira vez na parte norte do pais. Eu nao sei explicar bem o que eu sinto pelo pais, mas e’ um lugar apaixonante e cheio de surpresas.
    Viajar realmente bagunça a cabeça e numa bagunça saudável.
    Aproveitem bastante o resto da viagem. Bjs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s