Ko Phi Phi: Isso é amor!

Era hora de sacudir a areia da canga e sair de Ton Sai depois de 4 dias de preguiça. Como estamos no começo da viagem resolvemos aproveitar o pique para se mexer um pouco mais e compramos o nosso ticket para ir de barco até Ko Phi Phi. Ko Phi Phi é uma das mais famosas ilhas tailandesas, também pelo fato de lá estar a praia onde foi gravado o filme… A Praia! Aquele, com Leonardo DiCaprio. A viagem de Ton Sai até lá é de cerca de 1h30… como eu tenho sérios problemas com transportes marítimos – basta citar a vez em que quase vomitei quando fui andar de PEDALINHO! – me entupi de Dramin… O que se demonstrou ser um grande ato de sabedoria. Primeiro fomos pegar um longtail boat até um ponto mais distante da costa, onde esperaríamos o barco maior que nos levaria até Ko Phi Phi. O problema é que esse barco maior, não chegava nunca, o que significa que ficamos uns 40 minutos no meio do mar balançando sem parar… eu estava tão dopada, graças a Deus, que eu capotei. E pude continuar meu sono no confortável barco que chegou depois e que estava mais para ônibus.

Sinceramente eu achei que ia odiar Phi Phi devido aos relatos de vários blogs que diziam que lá era cheio de turistas, caro, blabla… Mas como só lemos esses relatos DEPOIS de ter comprado os tickets para o barco, não tinha jeito, tínhamos que ir e passar pelo menos uma noite. Ah, sem contar que o primeiro parágrafo do Lonely Planet sobre Phi Phi diz assim: “Acomodação barata em Ko Phi Phi? Você deve estar de brincadeira!”. E mais um que dizia que muitos viajantes chegavam lá de manhã e voltavam no fim da tarde por não encontrar lugar para dormir. Eu e o Rômolo ainda estamos nos recusando a chegar em algum lugar com hotel reservado até que dê uma merda… hehe.

Pois bem. Chegamos no pier LOTADO e pagamos a taxa de 20 bahts para poder entrar na Ilha.
Logo que entramos nas ruelas, foi amor à primeira vista!!! Não vou dizer que Loh Dalum Bay e Tonsai Bay (não confundir com a outra Ton sai) que são as duas praias principais daqui são as mais lindas que já vi, mas a cidade é sensacional! Um climinha muito bom de barraquinhas, vários restaurantes e muitos barzinhos para todos os gostos e bolsos!
As ruas são estreitas e não passa carro nenhum aqui, muita bicicleta e uma ou outra motoca. Tem que tomar muito cuidado para não ser atropelado já que não tem essa diferenciação entre rua e calçada.
Essa história de que o cão é o melhor amigo do homem não funciona aqui. Assim como outros lugares que já havíamos observado, a maioria na ilha tem gatos, muitos gatos, é tropeçar e você cai em cima de um.
A noite aqui… como posso explicar? Não dá para explicar! É simplesmente incrível! Tem um amontoado de bares na beira da praia de Tonsai que se você olhar de longe, vai ver várias luzes coloridas pulsando. Quando chega mais perto vai ver as baladinhas, uma colada na outra, tochas na areia, malabaristas de fogo, pula corda brilhante, europeus se acabando na pista ao som de música eletrônica… Eu e o Ro compramos umas brejas baratas no mercado e ficamos pulando de balada em balada.
Se você quer mais sossego pode ficar em um dos muitos barzinhos dentro da cidade. Ontem eu e o Rômolo acabamos parando em um onde tava rolando uma luta de Muay Thai… Muito fake, os caras nem se batiam direito… Detalhe: enquanto eles “lutavam” tocava música indiana haha
Uma coisa muito popular que já havíamos visto em outras cidades são os populares “buckets” ou baldinhos… Os jovens (aiai pareço uma velha falando “os jovens” haha) compram esses baldes cheios de bebida alcólica, fazem a mistureba e tomam de canudinho. Está à venda em qualquer lugar com combinações a gosto do cliente…
Aqui tem o mercadinho local de comida… que está me deixando louca
Toda vez que passo por lá – ou seja: sempre! – tenho que comprar uma coisinha para experimentar, as vezes não sei o que é, mas todas as surpresas tem sido boas. Minha nova mania é comprar uma folhinha que vem fechada… e dentro dela sempre tem algum docinho, nunca sei o que vai aparecer…
No primeiro dia estávamos andando aqui com um puta calor, super perdidos e cansados… Parei na frente de uma escola de mergulho para ver um mapinha e um cara veio perguntar em inglês se eu precisava de ajuda… eu disse que estava só olhando mapa e ele perguntou de onde eu era. Quando eu disse “Brasil” ele falou: “Porra, então vamos falar em português!!!”. O nome desse cara é Cas, ele está morando há uns 8 anos fora do Brasil, ajudou a reconstruir Ko Phi Phi depois do tsunami, é casado com uma francesa, mora em Madrid onde tem uma escola de mergulho mas no inverno vem pra Ásia dar uns roles e dar aula de mergulho. Resumindo: o cara tem a vida perfeita haha! Ele foi muito gente boa, chamou a gente pra entrar na loja, sentamos e ele ficou uns 20 minutos falando tudo de barato que podíamos fazer na ilha, as trilhas, os melhores lugares para pegar praia… O cara certo na hora certa. Tudo o que fizemos nos próximos dias foram as dicas dadas pelo Cas, que contarei mais nos próximos posts! 😉

Anúncios

5 respostas em “Ko Phi Phi: Isso é amor!

    • Oi Claudia, não falei de propósito mesmo porque tivemos problemas nesse hostel, deu um rolo lá, então a única coisa que posso te dizer é: Não fique no Ban-Thai-Guesthouse!!!

  1. Oi oi,
    Parabens por compartilhar suas aventuras, muuuito bom os textos fotos e etc…
    Estou a um tempao pesquisando algo parecido e vcs foram de longe o mais completo!!

    O q acontece eh o seguinte, vou ficar 3 dias em singapura, ir para Bangkok ( pela 1 vez vou comprar esses tickets domésticos tiger air, e confiavel??) de bangkok para kabri e de lah ficar em phi phi por 3 dias, estou meio confusa em relacao a kabri, fica perto dessas prais lindas q vc postou?
    Desculpa a geografia falha eh pq relmente to me perdendo com tanta informacao.

    Abracos
    Natureza

  2. boa tarde,tudo bem?
    Estou indo para Ko Phi Phi em maio…vc postou que encontrou alguem que fala portugues e que da aula de mergulho por la….vc poderia por favor me passar o nome da escola de mergulho dele??….
    Muito obrigado…

    Deoclesio Manarin

    • Oi, Deoclesio! Vc conseguiu esse contato da pessoa que fala português? Fiquei interessado também. Vc tem o contato de algum guia? Agradeço muito a ajuda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s